quinta-feira, 30 de setembro de 2010


Revirando o deserto,
encontrei um camelo,
ele me ofereceu carona e eu nem boba nem nada aceitei
passei por territórios estranhos, 
pedacinhos de um lugar, esquecido na mente.
adormecido entre as bonecas, 
reconhecido entre os adultos.
despertei no meu travesseiro, puxei o cobertor e dormi
mais um pouquinho...
kamalaksi 30/09/2010


quarta-feira, 29 de setembro de 2010



um por do sol lindo,
após dias de chuva.
lavamos os gatos,
penduramos os cachorros no varal.
descobrimos que a vida é mais, 
que café com pão e manteiga.
a vida tem que vir acompanhada de muito
algodão doce e sorrisos,
assim poderemos dividir com os gatos
e os cachorros que agora estão limpos
e secos.
Kamalaksi - 29/09/2010
(delírios de uma tarde primavera)

terça-feira, 28 de setembro de 2010

surpresas em gotas coloridas,
foi assim que elas cairam sobre o meu papel.
que emoção ver tudo se encaixar,
como os balões que sobem voando sem destino,
pequenos momentos de felicidade espalhados pelo planeta
prontos para cair nas mãos de uma suposta criança.
kamalaksi 28/09/2010
imagem: Bellagio

sexta-feira, 24 de setembro de 2010



as palavras nascem nos dedos,
e habitam as linhas.
deslizam entre os cultos, 
ameça os ignorantes.
ignorantes de sentir, 
de sentir a alma, que fala,
grita e pede para se expressar em 
pequenas palavras.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010


encontrando diante dos olhos,
algo precioso,
pronto pra ganhar forma e nascer para o mundo.
um nascer tentador, enlouquecedor e amigo.
pronto pra viver cada sorriso que a vida trouxer.
kamalaksi - 23/09/2010

terça-feira, 21 de setembro de 2010


dei tantas voltas, por um momento :]
pensei que eu não chegaria aqui, 
é por um momento achei e claro depois de achar, perdi,
 perdi e logo mais adiante achei de novo.
confuso isso..
mas se pegar uma lupa e chegar mais pertinho, dá pra entender,
é entender também é preciso.
pois muitas vezes não entendemos nada da vida, da passagem, da viagem.
mas o fato é que tudo vai acontecendo e em alguns momentos ficamos
mais perto
em outros momentos, em planetas diferentes.
e no final todos os caminhos, vão dar no mesmo lugar.
aqui.
agora.
respirando
espiralando
no universo]
no verso
na vida.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

terça-feira, 14 de setembro de 2010

segunda-feira, 13 de setembro de 2010


delícias tiradas de um doce
acalentam a alma,
revigoram o entorno e adocicam os pensamentos.
se todos os pássaros voassem e deixassem notícias boas por onde passam,
muitos conheceriam o bem ti vi e então entenderiam o quanto foi bom te ver.
Subi no telhado, para escrever em um pedaço de papel, o que de coragem faltou,
quando enviei a mensagem, pelo pássaro que por aí em algum lugar pousou.
Kamalaksi 13/09/2010

sexta-feira, 10 de setembro de 2010


 Ser humana,
muitas vezes me asssuta.
Não pelo fato corriqueiro,  de  ter que fazer algo, crescer, trabalhar, isso é um fato, afinal estamos neste corpinho.
O que me assusta, é que  a cada passo que vamos adiante, nos deparamos com o outro.
O outro, tem também suas experiências, emoções e ações.
Algumas vezes fica díficil, aceitar e entender o outro.
Colocar-se do lado de fora de assunto e ser um simples espectador, de uma situação, na qual envolve  você e um outro ser, que trabalheira.
Sem expectar nada, só espectar!
Isso me cheira, altruísmo demais!
Ainda mais que nem todos os dias somos iguais, tem dias mais felizes, outros mais chatos e tristes.
Por assim ser, a trabalheira de ficar do lado de fora é grande, porém é assim que tomamos nossas melhores decisões, pois o ângulo de percepção se amplia e se desvia, daquilo que estamos acostumados, o nosso ponto de vista.
Nosso ponto de vista é importante, mas na maior parte das vezes, vem recheado duplamente de "ego", mais ou menos como essas bolachas cheias de recheio deliciosas, que nos fazem mal.
Aprender com o ponto de vista do outro, é um exercício tão árduo, quanto fazer 500 abdominais.
Fazer 500 abdominais, não é lá  uma das coisas mais gostosas do planeta , principalmente quando ainda não se tem o hábito, mas lhe dará uma barriguinha sarada.
Do mesmo modo, quando estamos em uma conversa ou situação de conflito, a melhor coisa a fazer é se ausentar do seu ego e entender o outro lado!
Difícil?
Pratique.
Vou lhe dizer nem tudo é flores, mas com certo esforço colhemos um buquê.
O que já acho, um bom começo.
Então vamos lá mais um dia, pela frente.


(conversas de sofá ) Kamalaksi 10/09/2010 
imagem: essa sou eu .

quinta-feira, 9 de setembro de 2010


Meu jardim,
amanheceu com flores.
Flores de todas as cores.
Amores e Dores !
Entre perfumes, flores e cores.

Kamalaksi 09/09/2010

quarta-feira, 8 de setembro de 2010


estavam lá.
eram duas, lindas e enormes.
Por um momento, vi elas nadarem,
com aqueles corpos enormes.
Baleias.
O ser que se diz humano,
 está sumindo com elas!
Protejam as Baleias!
Kamalaksi 08/09/2010

segunda-feira, 6 de setembro de 2010


Voe lindo pássaro.
Leve paz para aquele, que
estiver triste, do outro lado do planeta.
Voe lindo pássaro, espalhe sorrisos,
esperança e compaixão por onde passar.
Deixe um rastro de alegria, um grito de harmonia.
Um perfume e um frescor no ar.

Kamalaksi 06/09/2010

sexta-feira, 3 de setembro de 2010


Seria então um abuso,
poder rir de si mesmo.
E depois descansar,
na beira de um rio.
Na sombra de uma macieira.

Kamalaksi 03/08/2010
imagem: Gustav Klimt

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

 Fitando os olhos da moça,
o sujeito se descobriu.
Pena que de forma tardia,
pois ela partia.
Cansada de esperar por ele,
pegou suas coisas arremessou na mala
e foi.
Sem dizer para onde.
Feliz para encontrar a si mesma,
no espiral que ali se abria.
Na mais fina e suave linha,
da vida.
Kamalaksi 01/09/2010